Mensagem do Bispo › 12/06/2017

Evangelho e Vida

Nestes últimos anos, a Igreja particular de Irecê tomou mais consciência em sair de um “cristianismo tradicionalista” para viver uma experiência evangélica capaz de imprimir nas pessoas e comunidades o Evangelho dialogado com a vida.

Essa nova iniciativa, dita em linguagem muito atual, tem marca: Somos a Diocese de Irecê #IgrejaMissionária. As nossas decisões, posturas, planejamentos, avaliações, etc, terão como ponto de partida o ser missionário da Igreja. Ou somos uma Igreja Missionária ou não somos igreja.

Esta constatação me parece não ser o resultado de uma estratégia pastoral, mas de uma ação movida pelo espírito do Papa Francisco que nos indica uma Igreja fraterna, pobre e simples. Nas minhas constantes visitas aos centros urbanos, periferias e comunidades rurais vejo o desejo em nossos fiéis de se aproximarem cada vez mais de Cristo e escutá-lo. Encontro e escuta: momentos que favorecem o crescimento da fé e formam a Igreja.

Para dar um passo à frente, pode nos iluminar a passagem do Evangelho de Mc 7, 31-36 onde Jesus sara o “surdo- mudo” dizendo: “Effatá”, que quer dizer “Se abra”, palavra que sintetiza a missão de Jesus. O ser humano, surdo e mudo, causa o pecado, e, através de Cristo, volta a escutar a voz de Deus e a se comunicar com os irmãos.

Peço que em nosso Novo Plano Diocesano nos coloquemos com maior intensidade e decisão na escuta do Evangelho dialogando com a vida; Ao contrario, se continuará a perceber que Deus está longe, que somos incapazes de distinguir o bem do mal, o humano do divino, a violência do amor. Por isso torna-se necessário ler o Evangelho com a vida e a vida com o Evangelho.

Bem-vindo (a) ao nosso site missionário.

Dom Tommaso Cascianelli, CP

Bispo Diocesano de Irecê

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.