Biografia

Dom Tommaso Cascianelli, CP

Nasceu a 09 de março de 1948 em Capodimonte (Itália) na antiga Diocese de Montefiascone. Após ter concluído os estudos filosóficos no seminário dos Padres Passionistas e os estudos teológicos na Pontifícia Universidade Lateranense, obteve a Licenciatura em Teologia. Em 28 de setembro de 1964 emitiu a Profissão Religiosa na Congregação da Paixão de Jesus Cristo (Passionista) e no dia 7 de abril de 1973 recebeu a Ordenação Sacerdotal. Em 17 de janeiro de 1980 chegou no Brasil como missionário, trabalhando no Vicariato Passionista da Bahia, tendo sido Vice-Pároco e depois Pároco (1980-1984) da Paróquia Santa Maria Goretti na cidade de Itabuna; contemporaneamente (1983-1984) foi Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição em Ferradas. De 1984 a 1992, foi Superior Regional do Vicariato Passionista da Bahia e temporariamente Diretor do Seminário e Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem em Salvador. De 1992 a 1996, Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro na cidade de Jequié e Superior do Convento Jesus Crucificado; desde 1996 Pároco da Paróquia de Santa Maria Goretti na cidade de Itabuna e no início do ano 2000 Superior Regional dos Passionistas da Bahia. No dia 05 de julho de 2000 recebeu a nomeação como Bispo de Irecê – Bahia, sendo consagrado em Itabuna no dia 23 de setembro e tomando posse da Diocese em 12 de novembro do mesmo ano.

A Diocese de Irecê com a chegada de Dom Tommaso ganhou um novo rosto. O crescimento das pastorais e movimento foi expressivo. Também os movimentos sociais tiveram seu lugar especial: A Cáritas com a construção de cisternas de placas que deram esperança há tantas pessoas que não tinham água tratada em casa; A CPT que criou projetos de ajuda aos trabalhadores rurais e conservação do meio ambiente; Pastoral da Criança e a Pastoral da pessoa idosa, que vem apoiando e transformando a vida de tantas e tantas pessoas desde o ventre materno até o seu estágio final. Em 2005 foram celebrados os 25 anos da Diocese num grande evento ocorrido no Ginásio de Esportes em Irecê com a participação de todas as paróquias.

No dia 03 de maio do ano de 2010 recebeu o título de cidadão Ireceense do então Prefeito Municipal José Carlos Dourado das Virgens.

Varias cidades passaram a ser Paróquias: Barro Alto (Sagrado Coração de Jesus), Salobro (Nossa Senhora de Fátima), Iraquara (Nossa Senhora do Livramento), Souto Soares (São João Batista), Mulungu do Morro (Nossa Senhora da Conceição), Cafarnaum (Nossa Senhora da Imaculada Conceição), São Pedro Apóstolo (Irecê), Jussara (Nossa Senhora do Perpétuo Socorro) e América Dourada (São Sebastião) criou 2 centros de Peregrinação: Santuário de Nossa Senhora da Graça em Morro do Chapéu e Senhor dos Passos em Lençóis.

A pastoral vocacional cresceu de maneira efervescente, padres foram ordenados: Pe. Gercival Vieira, Pe. Luis Martins, Pe. Jotaalas, Vicente, Pe. Jorge, Pe Francisco Almeida, Pe. José Francisco, Pe. Eduardo, PE. Gildoneto, Pe. Carlos Alberto, Pe. Fransuilson, Pe. Clécion e Pe. Cláudio, Pe. Valeriano, Pe. Érito e Pe. Manoel Martins, Pe. Marcelo Gama, Pe. Flávio Porto, Pe. Rogério Gomes, Pe. Kléverton Rodrigues e Diácono Gledson Santos.

Construções foram erguidas: Seminário Maior Emaús em Feira de Santana, reconstrução e ampliação da Catedral Diocesana com a construção da Cúria Diocesana, apoiou a construção e reforma de diversas Igrejas nas paróquias.

Enfim, este foi e está sendo um tempo marcado pela sua simplicidade, insistência na realização de projetos, sempre sob o olhar carinhoso da Irmã Dulce.