Notícias › 19/08/2017

Religiosas e Religiosos em nossa diocese

 

Domingo, dia 20 de agosto é dia da Vida Consagrada, ou seja, dia dos Religiosos e Religiosas.

Quem não conheceu ou conhece algum frade, irmão, freira, consagrado que em nossas comunidades foram uma grande força para a ação missionária? Somos todos perfumados com a presença dos religiosos na Igreja.

Pois, bem. Você conhece as comunidades religiosas presentes em nossa diocese?!?

Não?!? Vamos aqui colocar os nomes e localidades e incentivar você a conhecer de perto cada carisma. Pergunte pelo vocacional de cada realidade, encante-se pela beleza de uma vida totalmente doada a Deus.

Na Diocese de Irecê, somos gratos pela presença de:

Ordem dos Frades M. Capuchinhos. em Seabra.

End.: Praça da Bandeira, 04 Centro – 46900-000 Seabra – BA

Tel.: (075) 3331-1229/1580

Instituto Irmãs da Reparação

End.: Rua M. Teixeira Leite, 182 CEP 46900-000 – Seabra – BA

Fone: (075) 3331-1050

Pia União das Filhas de N. Sra de Fátima

End.: Rua Simpliciano Lima s/n – CEP 44980-000 Iraquara – BA

Fone: (75) 3364-2523

Cong. das Irmãs Terezinhas do Menino Jesus

End.: Rua Rosalvo Silva Pereira, 172 CEP 44900-000 – Irecê – BA

Fone: (074) 3641-1979

Cong. das Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição

End.: Pça da Matriz s/n CEP 44920-000 – João Dourado – BA

Fone: (74) 3668-1625

Cong. das Irmãs Cateq. Franciscanas

End.: Rua Adalberto Pereira, 155 Cx. Postal 21 – CEP 44850-000 Morro do Chapéu – BA

Fone: (074) 3653-2987

Irmãs Missionárias Discípulas de Jesus

Ibipeba – BA

 

“A origem da vida consagrada está, pois, no seguimento de Jesus Cristo a partir da profissão pública dos conselhos evangélicos. A referência vital e apostólica são os carismas da fundação. Sua função consiste em dar testemunho de santidade e do radicalismo das bem-aventuranças. Exige-se dos consagrados total disponibilidade e testemunho de vida, levando a todos o valor da vocação cristã. São sinais visíveis do absoluto de Deus, através do sinal de Jesus Cristo histórico pobre, casto e obediente”.

Tamanha riqueza de nossa diocese!

 

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.